Sobre os Padrões e a Beleza de Verdade da Mulher – parte 1

Desde sempre houveram padrões de beleza feminina. Basta observar artefatos egípcios, perceber a beleza dos adereços, das joias, os retratos da figura feminina naquele momento. Assim se sucederam vários modelos de beleza. Das mulheres mais fartas do Renascimento, às mulheres em alguns países da África que precisam criar cicatrizes em todo corpo para serem consideradas belas.  Da palidez das gueixas no Japão ancestral, às belas indianas de religião hindu que se cobrem de ouro como se fossem as próprias personificações das grandes e lindas deusas.

Nefertiti, a Femme Fatale do Egito Antigo

Aparentemente o conceito de feminilidade sempre andou de mãos dadas com a busca incessante da beleza, e durante muito tempo, as mulheres não eram tratadas como muito mais do que adereços ou peças de decoração que andam e falam. Mas para mim, os conceitos de beleza nunca foram tão cruéis e mutantes como agora.

Leia o resto deste artigo »

Anúncios

20 anos de Arquivo X

Uma das coisas mais bacanas de ter descoberto Arquivo X, enquanto ainda estava passando a primeira temporada na TV, é que apesar de compartilhar toda a emoção, entusiasmo pela série, e aguardar ansiosamente cada desfecho… como fãs não sabíamos a proporção do fenômeno que a série se tornaria. Sem querer, estávamos tomando parte na história da televisão mundial… este post entretanto, não é sobre o fenômeno televisivo, sobre a revolução estética que Arquivo X causou, muitos e muitos especialistas em ficção científica e televisão já devem ter feito, o que compartilho, como singela homenagem ao meu programa favorito de todos os tempos, é apenas minha experiência pessoal com o fenômeno.

Leia o resto deste artigo »

50 Tons e uma Questão: que está acontecendo com as heroínas de nosso tempo?

 O que está acontecendo com nossas heroínas literárias e televisivas?

 

A arte muitas vezes é reflexo da sociedade que a produz, mas também tem a missão de enxergar além, inspirando e mostrando o que o ser humano pode ser ou aspirar. Desta forma, ela consegue dar aquele salto no futuro, ou construir os arquétipos vislumbrando o que somos capazes de fazer ou gostaríamos de ser.

 

“As três idades da Mulher” de Gustav Klimt

Leia o resto deste artigo »

Para se apaixonar…

Todo ano faço aqui no blog um especial dia dos namorados, para comemorar estes dias em que o amor está no ar, e lembrar que o bacana é transcender o apelo comercial da data.

Este ano gostaria de postar inspirações para se apaixonar, especialmente para quem está sozinho, ou em dúvida se se entrega ou não… e para os namorados, que se lembrem da magia de descobrir o outro pouco a pouco, para que a chama não se apague…

Para escutar e despertar as esperanças e fé no amor… Leia o resto deste artigo »

Moda de Fim de Ano

Este post é para as amigas, preparadas para as formaturas e festas do fim de ano? No meu blog de moda e maquiagem fiz alguns posts durante o ano para debutantes, que fez muito sucesso. Como final de ano é tempo de festas, fiz um apanhado de idéias que podem ajudar quem está sem saber o que usar, ou inspirar para as festas que encerram 2011 e quem sabe as de 2012?


Para quem estiver interessada em moda adolescente, os vestidos estão aqui:

http://cleidemaquiadora.wordpress.com/2011/02/13/especial-15-anos-inspiracoes-famosas/

http://cleidemaquiadora.wordpress.com/2011/02/16/especial-15-anos-inspiracoes-cinematograficas/ Leia o resto deste artigo »

Infância, Coisa Boa!!!

Queridos e queridas… sempre me pego conversando com meus amigos e as vezes com meus alunos, ávidos para que eu lhes conte como era ser criança nos anos 80, sobre as lembranças de infância.

Eu tinha certeza que era a Mulher Maravilha, e isso não era negociável!

Eu sei que depois do Almanaque anos 80, milhares de sites e posts sobre esta década, pipocaram por aí… mas como gosto e lembranças são coisas particulares, vou fazer aqui o meu próprio compêndio… e depois quero que vocês complementem, dividindo comigo seus gostos nos comentários deste post.

Leia o resto deste artigo »

Jon Bon Jovi – Muso Atemporal

Há um tempo escrevi um post sobre o Guns n’ Roses e minha adolecência, e este post é um dos mais visitados no blog hoje em dia:

https://cleidescully.wordpress.com/2010/05/17/guns-n-roses-e-meus-tempos-de-adolescente/

Eu gostava muito do som do Guns e achava Axl Rose extremamente sexy, com aquela beleza rebelde e cabelos ruivos… muito diferente dos nossos padrões. Mas o meu primeiro muso, de verdade, foi uma paixão decorrente de meu gosto por rock.

Ainda nos tempos da adolescência, assistindo programas de videoclipes, tão comuns e que faziam tanto sucesso entre nós, jovens que nem sabíamos que um dia haveria algo como o “You Tube”, conheci Jon Bon Jovi… tenho que dizer, durante muito tempo ele foi meu padrão de beleza masculina.


Leia o resto deste artigo »