Um Amor que nunca se acaba…

Eu não queria muito ter que escrever este texto, sabia que um dia teria que escrever sobre o assunto, mas sempre que pensava nisto, tentava me distrair… deixei para me ocupar disto quando fosse o momento…

1526509_786325881428849_587023049058282175_n

Todo mundo que tem um animal de estimação muito querido, destes que são presentes da vida e raramente se repetem, sabe do que estou falando, e conforme meu cachorro de estimação ia ficando mais e mais velhinho, eu sabia que inevitavelmente ele partiria e eu escreveria aqui a história dele, que daria um livro dos bons, mas como não tenho notoriedade, me resta escrever no blog.

Leia o resto deste artigo »

Anúncios

Inesquecível Vó Laura

VÓ

Coisa triste é despedir-se de uma das pessoas que você mais amou na vida. Digo isto sem sombra de dúvidas, por que quem teve a sorte de ter avós sabe que eles nos proporcionam aquele amor terno, puro e gratuito, desinteressado e as vezes até permissivo… Por isto, me despedir minha Vó Laura é como despedir-se um pouco da minha infância. De certa forma, a maioria das minhas caras lembranças desta época remontam a ela: os deliciosos biscoitos de polvilho frito, os almoços de natal, a reunião com os primos, as roupinhas e colchas de retalho que ela costurava, dormir na casa dela e acordar às 5 da manhã quando a casa já estava toda funcionando. Leia o resto deste artigo »

Orgulho de ser Mineira I – Pampulha

A história do Conjunto Arquitetônico da Pampulha se liga intimamente à criação da cidade de Belo Horizonte. A capital mineira foi a primeira cidade brasileira a ser planejada, criada para dar ares de modernidade ao estado, que até então tinha como capital Ouro Preto, antiga Vila Rica.  BH foi inspirada nos grandes modelos que deram certo no século XX: Paris, Chicago entre outras.

Posteriormente à efetivação do plano principal do centro da cidade por Aarão Reis, em 16 de Maio de 1943 foi inaugurado o Complexo Turístico da Pampulha, composto pelo Cassino, a Igreja de São Francisco de Assis, Casa do Baile e Iate Clube.

Desenho do Museu de Arte da Pampulha

Na ocasião estavam presentes o presidente Getulio Vargas, o governado de Minas Gerais: Benedito Valadares e o prefeito da cidade de Belo Horizonte: Juscelino Kubistscheck. Leia o resto deste artigo »

A Aventura de Ser Mineira…

 

Já faz um tempo que eu estava com o rascunho deste post, acabei por decidir concluí-lo hoje: aniversário da minha querida cidade Belo Horizonte. Como a maioria dos meus leitores sabe, eu sou formada em Turismo. O curioso foi que entrei na faculdade para conhecer o mundo, e me apaixonei por Minas Gerais.

 

 

O maior patrimônio que o curso superior me trouxe, foi esse orgulho de ser Mineira! Aprender profundamente sobre a história do meu estado e sobre todos seus lindos atributos, me trouxe uma maior consciência da riqueza de ter nascido aqui.

 

Leia o resto deste artigo »

Jon Bon Jovi – Muso Atemporal

Há um tempo escrevi um post sobre o Guns n’ Roses e minha adolecência, e este post é um dos mais visitados no blog hoje em dia:

https://cleidescully.wordpress.com/2010/05/17/guns-n-roses-e-meus-tempos-de-adolescente/

Eu gostava muito do som do Guns e achava Axl Rose extremamente sexy, com aquela beleza rebelde e cabelos ruivos… muito diferente dos nossos padrões. Mas o meu primeiro muso, de verdade, foi uma paixão decorrente de meu gosto por rock.

Ainda nos tempos da adolescência, assistindo programas de videoclipes, tão comuns e que faziam tanto sucesso entre nós, jovens que nem sabíamos que um dia haveria algo como o “You Tube”, conheci Jon Bon Jovi… tenho que dizer, durante muito tempo ele foi meu padrão de beleza masculina.


Leia o resto deste artigo »

Feliz Dia das Mães!

“Dormem os olhos, os ouvidos, dorme o olfato, o paladar, dormem os sentidos todos.

Dormem os músculos, os nervos motores e os sensitivos; dorme o cérebro e, com ele, a razão.

dormem os lábios, a língua e, com ela, a palavra, o canto a exclamação.

Dorme a dor e o prazer, dormem as lágrimas e o riso também.

Dorme a esperança e repousa a fé: só o coração não dorme, só ele vela dia e noite, pulsando sempre, sustentando com suas batidas isócronas o ritmo eterno da vida!

Tudo dorme, só o coração vigia e palpita incessantemente, porque é a sede do amor, e sem amor não há vida.

Tudo dorme, para todos há dia e há noite, há sono e vigília: só ao coração não é dado repousar! Para ele só existe o dia, o sol sem ocaso, sempre vivo, brilhante e quente!

Tudo dorme: só não dorme o coração, porque sendo o órgão do amor, é o pêndulo da vida, oscilando no relógio da eternidade.”

(Vinícius, do livro “Em torno do Mestre”) Leia o resto deste artigo »

Saudades de Legião Urbana

Renato Russo faria 50 anos hoje, se estivesse aqui. Me desculpem se fico saudosa ao falar disso, mas faço parte de uma geração que cresceu ouvindo Legião Urbana. Não vou contar a história dele ou da banda. Sei que Renato foi uma personalidade polêmica, falava o que pensava, sem se preocupar com as consequências. Prefiro no entanto, falar do artista que ele foi e como ele marcou minha geração. Geração que ele mesmo apelidou de “Geração Coca-Cola”

Somos os filhos da revolução
Somos burgueses sem religião
Somos o futuro da nação
Geração Coca-Cola Leia o resto deste artigo »