Os Encantos das Serras Gaúchas

O Brasil tem de tudo, especialmente agitos… mas não se pode negar que nossa terrinha tenha destinos românticos, aonde parece que o tempo parou. Acreditem em mim, alguns desses lugares estão nas Serras Gaúchas… cada detalhe parece ter sido planejado para inspirar o amor. Então se você tem um “bem querer”, faças as malas e vá pra lá!

Vale do Quilombo - por Cleide Sousa
Vale do Quilombo – por Cleide Sousa

Tive oportunidade de conhecer esse belo destino, degustar os vinhos, a comida, e deliciar meus olhos com a paisagem, mas como profissional de Turismo –  visitei pousadas, restaurantes, agência de turismo, experimentei passeios e festas – tudo impecável e lindo!  Vou compartilhar um pouco das minhas impressões para quem tem vontade de conhecer…

Zona Rural de Gramado - por Cleide Sousa
Zona Rural de Gramado – por Cleide Sousa

No meu caso, fiquei hospedada em Gramado – e acho que é a melhor opção – os hotéis mais chamosos estão lá: lareira nos quartos, decoração romântica, aroma de canela no ar, banheiras, tudo clima de lua de mel. E como a vila é pequena, de qualquer hotel você pode caminhar até o centro da cidade tranquilamente.

Gramado - por Cleide Sousa
Gramado – por Cleide Sousa

Como a localidade é pequena e as linhas de ônibus são boas, eu dispensaria o City Tour a Gramado e Canela. Gramado é melhor para ser conhecido à pé, porque está tudo perto, e no city tour, te oferecem um panorama de cada coisa, mas não se experiencia nada direito: meia hora em um parque que mereceria uma manhã inteira, museus que não dizem muito da cidade, lojas e mais lojas… O parque do Lago Negro, por exemplo, merece uma atenção maior, para se caminhar na trilha em torno do lago, passear de pedalinho, saborear um café demorado olhando a paisagem, observar a fauna e a flora…

Lago Negro - Gramado - por Cleide Sousa
Lago Negro – Gramado – por Cleide Sousa
Lago Negro - Gramado - por Cleide Sousa
Lago Negro – Gramado – por Cleide Sousa
Lago Negro - Gramado - por Cleide Sousa
Lago Negro – Gramado – por Cleide Sousa

Em Canela, estando hospedado em Gramado, pode-se ir de ônibus e conhecer a cidade caminhando. Há muito o que ser ver e ótimos restaurantes, praças lindas e a Igreja Matriz é perfeita! O melhor é ir com tempo também para visitar os arredores. Uma das atrações é o parque que abriga a cachoeira do Caracol… no city tour, só se tem uma hora pra ver o parque, o que não dá pra conhecer nem um por cento do espaço.

Igreja Matriz de Canela - por Cleide Sousa
Igreja Matriz de Canela – por Cleide Sousa

 

Cachoeira do Caracol - por Cleide Sousa

Cachoeira do Caracol - por Cleide Sousa

Arredores de Canela - por Cleide Sousa

Arredores de Canela - por Cleide Sousa

Já um passeio que compensa contratar, é a visita ao roteiro das vinícolas das Serras Gaúchas: vinho da melhor qualidade, visita às plantações de uva, boa música, boa companhia, comida excelente! Passeio de trem… é um passeio longo, mas é indispensável!
Praça de Nova Petrópolis - por Cleide Sousa

Praça de Nova Petrópolis - por Cleide Sousa

Almoço ao som de acordeon na Vinicola

Almoço ao som de acordeon na Vinicola

Vinicola - Caxias do Sul

Vinicola - Caxias do Sul

Vinícola - Caxias do Sul

Vinícola - Caxias do Sul

Passeio de Maria Fumaça

Passeio de Maria Fumaça

Outro passeio (do qual eu não esperava nada) que é supreendente, é uma visita ao interior de Gramado, visitando os imigrantes na zona rural, e encerrando com um café colonial. Parece uma viagem no túnel do tempo, só mesmo indo e ouvindo as histórias para compreender…
Zona Rural de Gramado

Zona Rural de Gramado

Interior de Gramado - por Cleide Sousa

Interior de Gramado - por Cleide Sousa

Interior de Gramado - por Cleide Sousa

Interior de Gramado - por Cleide Sousa

 

Café colonial na casa de imigrantes alemãos no interior de Gramado

Café colonial na casa de imigrantes alemães no interior de Gramado

De qualquer forma, estar em Gramado apenas, e tirar um tempo para andar por lá, curtir as praças, a Igreja Matriz belíssima, os cafés chamosos, saborear um fondue, é uma experiência maravilhosa, que todos merecem vivenciar… dia dos namorados está chegando, o  inverno também… o que vocês estão esperando???
 

Igreja Matriz de Gramado - por Cleide Sousa
Igreja Matriz de Gramado – por Cleide Sousa
Entardecer em Gramado - por Cleide Sousa

Entardecer em Gramado - por Cleide Sousa

Todos lugares em Gramado têm hortências...

Todos lugares em Gramado têm hortências...

... e amores perfeitos...

... e amores perfeitos...

 

... e borboletas!

... e borboletas!

Gramado RS - por Cleide Sousa

Gramado RS - por Cleide Sousa

Vista do Vale do Quilombo - Gramado, RS - por Cleide Sousa

Vista do Vale do Quilombo - Gramado, RS - por Cleide Sousa

IMG_2920

Anúncios
Publicado em Sem categoria. Etiquetas: , . 15 Comments »

SIGNIFICADOS…

Saudade, é quando o momento tenta fugir da lembrança para acontecer de novo e não consegue.

0saudade
Lembrança, é quando, mesmo sem autorização, seu pensamento reapresenta um capítulo.

  paris1

 

Angústia, é um nó muito apertado, bem no meio do sossego.

0zx-files337

Preocupação, é uma cola que não deixa o que ainda não aconteceu sair de seu pensamento.

 1NENEM

Indecisão, é quando você sabe muito bem o que quer, mas acha que devia querer outra coisa.

 rj7

Certeza, é quando a idéia cansa de procurar e pára.

 mulder scully

Intuição,  é quando seu coração dá um pulinho no futuro e volta rápido.

 1INTUIÇÃO

Pressentimento, é quando passa em você um trailer de um filme que pode ser que nem exista.

 0chuva-na-janela

Vergonha, é um pano preto que você quer para se cobrir naquela hora.

 AUAU

Ansiedade, é quando sempre faltam muitos minutos para o que quer que seja.

 0ansiedade

Interesse, é um ponto de exclamação ou de interrogação no final do sentimento.

 1intimidade

Sentimento, é a língua que o coração usa quando precisa mandar algum recado.

 1amor

Raiva, é quando o cachorro que mora em você mostra os dentes.

 1angry

Tristeza, é uma mão gigante que aperta seu coração.

 0tristeza

Felicidade, é um agora que não tem pressa nenhuma.

 10amor

Amizade, é quando você não faz questão de você e se empresta pros outros.

 CAT3

Culpa, é quando você cisma que podia ter feito diferente, mas geralmente, não podia.

 0culpa77

Lucidez, é um acesso de loucura ao contrário.

 1amigos

Razão, é quando o cuidado aproveita que a emoção está dormindo e assume o mandato.

 0Mente_humana_1_1[1]

Vontade, é um desejo que cisma que você é a casa dele.

0felicidade 

Paixão, é quando apesar da palavra “perigo” o desejo chega e entra.

gnew05 - Cópia - Cópia 

Amor, é quando a paixão não tem compromisso marcado.

 890555%20foto%20de%20paulo%20cesar

Não.

 

Amor é um exagero…

 0felicidade_01

Também não.

 

Um dilúvio, um mundaréu, uma insanidade, um destempero, um despropósito, um descontrole, uma necessidade, um desapego?

 2

Talvez porque não tenha sentido, talvez porque não tenha explicação, esse negócio de amor…

 0amor

Não sei explicar!

                                             Mário Prata

Pessoas, Não deu pra resistir à essa delícia de texto do Mario Prata…

As imagens eu encontrei por aí, algumas eu tinha… fiz uma pesquisa: digitava a palavra e escolhia a imagem mais bacana entre as que vinham…

Bom, é isso… deliciem-se!

Vestidos de sonho…

Maio é mês das noivas… e se tem uma coisa que me intriga e fascina em casamentos é o tal do Vestido de Noiva. Peça que dá o que falar! Já virou livro famoso que virou série de tv e sempre marca presença em filmes e novelas…

Eu mesma, quando alguém vai em um casamento, pergunto: E como estava a noiva? E me lembro de cabeça dos vestidos mais bonitos que vi pessoalmente e na televisão… tadinhos dos noivos, eles são fofos, mas a gente nunca pergunta como eles estavam vestidos não é mesmo?

Eu e Nádia no casamento de Nat e Ricardo

Eu e Nádia no casamento de Nat e Ricardo

Nós mulheres modernas, atropeladas por tantas coisas, não temos tempo de sonhar a vida toda em entrar numa igreja decorada com flores e vestidas de branco, mas quem não gosta de um vestido de noiva?

Bom, eu fiz curso de desenho de moda, e era o que eu mais gostava de desenhar… acho que é porque sendo atemporais, a gente pode inventar o que quiser, porque em essência, vestidos de noiva são feitos de sonhos…

Se bem que hoje em dia, casamento virou um grande evento, um negócio, uma forma de se mostrar para sociedade… e em nome da moda e do espetáculo, todo mundo segue a mesma tendência, e acaba no que eu tenho percebido por aí: noivas pasteurizadas… cabelos iguais (antes podiam escolher entre flores, véus, mantilhas, coroas, pedras, agora são sempre as mesmas tiaras), vestidos idênticos (que além de serem brancos por tradição, todo mundo usa tomara que caia, pode estar frio ou calor, estando a noiva em forma ou fora de forma); e acaba, que em nome da moda, o sonho é sacrificado!

Mas quem inventou essa tradição toda? Porque casamento sempre existiu, mas as cores dos trajes, e as cerimônias devem ter sua história…

Noiva na Grécia Antiga

Noiva na Grécia Antiga

Pensando nisso, descobri umas coisas sobre os vestidos de noiva…

Em princípio, os vestidos eram de qualquer cor, desde que fossem muito luxuosos… como o casamento era um arranjo comercial, o vestido suntuoso mostrava o poder da família da noiva.

Noiva Burguesa - quadro transição Renascimento/Barroco

Noiva Burguesa - quadro transição Renascimento/Barroco

Na alta Renascensa, a cor que predominava nos vestidos de noiva – sinal de distinção social – era o preto! Pensem bem se uma noiva entra na igreja de preto hoje? Mas isso foi no século XVI

Há muitas versões para a invenção da tradição do vestido branco,  uns ligados à rainha escocesa Mary Stuart, outros à Maria de Médic, contemporânea de Miguelângelo, que causou um rebuliço na corte européia, quebrando a tradição de usar cores escuras. Mas a tradição mais insistente liga a invenção do vestido branco à rainha Vitória da Inglaterra, século XIX.

A história de tal rainha, tem tudo a ver com a invenção de outra coisa que nós, os pós-modernos pensamos que sempre existiu: O Amor Romântico.

Verdade! Até então, casamento não tinha nada a ver com amor… absolutamente nada! Quem vê as novelas que mostram casamento arranjado e acham um horror… ficará mais assustado em pensar que essa história de escolher um par que nos agrade tem pouco mais de 200 anos, e não é fato no mundo todo!

Bom, a tal rainha Vitória, foi a primeira nobre a se casar genuinamente por amor… e escolheu para esse acontecimento, um traje branco, com a coroa… como era rainha, foi ela quem pediu ao principe Albert em casamento…

Bendita invenção a máquina fotográfica que permitiu que pudéssemos ver o tal vestido até hoje…

Casamento da Rainha Victoria

Casamento da Rainha Victoria

604_1198449929_2-elisabet

O vestido ainda existe!

O vestido ainda existe!

 

As outras tradições…

A marcha nupcial também foi encomendada pela rainha Vitória (eita mulher porreta!), ela era fã de Mendelssohn e encomendou a música para o casamento das filhas… isto foi em 1842!

O famoso véu é antigão… tá no Genesis, da Biblia.

a-noiva-e-o-buque

O buquê das noivas romanas servia para espantar maus espíritos, tinha ervas aromáticas. Depois, as ervas foram trocadas por flores, símbolo de fertilidade. A noiva passou a jogar o buquê às convidadas a partir do século 14, na França.

As damas de honra são hábito da Antiguidade – pasmem! E os padrinhos têm a ver com o acordo comercial, já que como eu disse, casamento era um negócio.

alianca(1)

Adorei a história das alianças: a troca delas já acontecia no Egito Antigo(que, inclusive, já a usavam no dedo anular esquerdo, considerado uma ligação direta com o coração). Entretanto, só foi considerada indispensável no casamento católico a partir século 16, com o Concílio de Trento.

Bom, pra encerrar esse papo comprido… alguns dos meus vestidos preferidos… é claro que não encontrei todos, mas vale a intenção!

O vestido da noiva do filme "amor em cinco tempos" ganha disparado o primeiro lugar!

O vestido da noiva do filme "amor em cinco tempos" ganha disparado o primeiro lugar!

Aqui dá pra vê-lo por inteiro...

Aqui dá pra vê-lo por inteiro...

Jlo ficou linda de noiva em "A Sogra"!

Jlo ficou linda de noiva em "A Sogra"!

Juliana Paes foi a noiva mais bonita de 2008

Juliana Paes foi a noiva mais bonita de 2008

Esse Vestido do Filme Orgulho e Preconceito não é de noiva, mas eu acho perfeito para um casamento...

Esse Vestido do Filme Orgulho e Preconceito não é de noiva, mas eu acho perfeito para um casamento...

Esse vestido foi de uma novela da Globo, particularmente adoro vestidos românticos como esse.

Esse vestido foi de uma novela da Globo, particularmente adoro vestidos românticos como esse.

Minha mãe de noiva, véu e grinalda, como manda o figurino! Pena que a foto manchou...

Minha mãe de noiva, véu e grinalda, como manda o figurino! Pena que a foto manchou...

 

Estava me esquecendo… descobri há uns dias uma estilista mineira especializada em noivas, nunca vi nada igual! A moça faz da alta costura uma arte finíssima… fiquei fã! Se quiserem se deliciar com as obras de arte da minha conterrânea: http://www.daniellebenicio.com.br/blog/

 

Uma obra de arte de Danielle, ainda visto um! Confira lá no blog dela os outros...

Agora me contem… especialmente quem casou: Quer compartilhar as fotos conosco? Quem ainda não casou, qual vestido te marcou?

 

Se você gosta do assunto, já fiz mais 2 posts dessa série:

Comemorando um ano desse post:

https://cleidescully.wordpress.com/2010/05/19/vestidos-de-sonho-um-ano/

Com noivas reais:

https://cleidescully.wordpress.com/2009/07/03/vestidos-de-sonho-parte-ii/

Com vestidos de Hollywood:

https://cleidescully.wordpress.com/2009/11/13/vestidos-de-sonho-parte-iii-holywood/

 

Venus Mineira

Há alguns anos tive a grata oportunidade de ser professora de Arte na Educação Infantil. Minha missão era discutir e produzir pintura, desenho, música, teatro, poesia, além de História da Arte, com crianças de quatro e cinco anos de idade.

Ouvindo assim parece desafiador, mas vocês não podem imaginar como foi gratificante, e inesquecível. Hoje em dia ainda me pego pensando que das várias crianças que passaram por mim, pelo menos algumas crescerão sabendo quem foi Da Vinci, Botticelli, Renoir, Monet, Van Gogh… e isso me alegra o coração, ainda mais porque se tratava de uma escola de comunidade de baixa renda.

Pois bem, um dos empreendimentos mais legais que realizei naquela época, foi a construção de um painel inspirado em “O Nascimento de Vênus” de Botticelli… esse lindão aqui, um quadro super famoso, e com grande apelo para todos por sua aura onírica.

O Nascimento de Vênus  - Sandro Botticelli - 1483

O Nascimento de Vênus - Sandro Botticelli - 1483

 

Eu estava trabalhando a Arte Medieval, depois o Renascimento e Barroco com os menininhos e menininhas. Dentro desse projeto, tiramos quinze dias para produzimos juntos o painel, de mais ou menos 2×4 metros. 

Primeiro sentamos em roda, apreciamos uma cópia do original e discutimos seus elementos: personagens, tema central, fundo, como foi feito o original, como iríamos fazer o nosso e tudo mais.

A etapa seguinte, foi desenhar… colei as cartolinas, e coloquei no chão da sala, e fui conversando com eles… como vai ser a Venus? Eles diziam e eu desenhava… eles a quiseram morena e assim a pintaram. E os anjos? Eles acharam que seria melhor que os ajos fossem crianças como eles – sabem como é, o artista gosta de se ver em sua obra! A moça com a toalha pra cobrir a Venus ficou do mesmo jeito.

O trabalho foi realizado com técnica mista: colagem com quadrinhos de retalho de papel colorido recortados por eles, lantejolas, cola colorida, giz de cera e pastel oleoso… e depois de muito recortar, colar, pintar, ficou assim:

 

Releitura O Nascimento de Venus - alunos Educação Infantil 2006

Releitura O Nascimento de Venus - alunos Educação Infantil 2006

O quadro foi atração da Mostra Cultural da escola, e enfeitou a parede da sala o resto do ano… era o orgulho da meninada, que sabia o nome do original e contava pra todo mundo que chegava como realizaram tal proeza…
Acho que esse original não existe mais, a escola descartou… mas a história está aí pra vocês saberem que tudo é possível, se a gente fizer um pouquinho de esforço!
Publicado em Sem categoria. Etiquetas: . 7 Comments »

Verbos de Versos

Ontem fui à apresentação musical do grupo Verbos de Versos na Sala Juvenal Dias do Palácio das Artes… foi belíssimo!

Verbos de Versos - por Gabriel Fernandes
Verbos de Versos – por Gabriel Fernandes

Tenho acompanhado o trabalho do grupo há um bom tempo, e vários deles são amigos muito próximos. Além disso, várias músicas tive a oportunidade de ouvir assim que foram compostas. É muito bom ver um trabalho no bem, amadurecendo e produzindo frutos… melhor ainda, ver os espaços públicos da minha cidade se abrirem para esse tipo de manifestação artística.

Verbos de Versos por Gabriel Fernandes
Verbos de Versos por Gabriel Fernandes

Gostaria de parabenizar o grupo pela dedicação, disciplina e pela sensibilidade artística que nos toca a alma!

Quem não conhece e quer conhecer o trabalho do grupo, é só visitar o site: 

http://www.verbosdeversos.com.br/Home.htm

 Atualizando: pra quem quiser assistir um pedacinho do show…

Publicado em Sem categoria. Etiquetas: , . Leave a Comment »

MÃE…

44491624_Bouguereau_William_Adolphe_Juene_Fille_Et_Enfant_MiCorps

 

Para comemorar o dia das mães, compartilho com vocês uma mensagem (de autor desconhecido), mas que diz muito desses seres que iluminam a vida da gente…

Uma criança pronta para nascer perguntou a Deus:

“Dizem-me que estarei sendo enviado à terra amanhã… Como eu vou viver lá sendo assim pequeno e indefeso?”

 

Deus: “Entre muitos anjos, eu escolhi um especial para você. Estará lhe esperando e tomará conta de você.”

 bougereau

Criança: “Mas diga-me: aqui no Céu eu não faço nada a não ser cantar e sorrir, o que é suficiente para que eu seja feliz. Serei feliz lá?”

 

Deus: “Seu anjo cantará e sorrirá para você… A cada dia, a cada instante, você sentirá o amor do seu anjo e será feliz.”

 Criança: “Como poderei entender quando falarem comigo se eu não conheço a língua que as pessoas falam?”

 

Deus: “Com muita paciência e carinho, seu anjo lhe ensinará a falar.”

 a concha

Criança: “E o que farei  quando eu quiser Te falar?”

 

Deus: “Seu anjo juntará suas mãos e lhe ensinará a rezar.”

 Criança: “Seu ouvi que na terra há homens maus. Quem me protegerá?”

 

 

o repouso

Mãe…

Admiração Maternal - Bouguereau

Admiração Maternal - Bouguereau

Um feliz dia das mães a todas minhas amigas que já são mamães e às mães de meus amigos que colocaram pessoas tão especiais no mundo! E pra minha mãezinha é claro!

* As lindas imagens são quadros do pintor do século XIX Adolf William Bouguereau, contemporâneo dos Impressionistas, porém manteve-se no estilo acadêmico.

Publicado em Uncategorized. Etiquetas: . 1 Comment »

O Pintor da Felicidade…

Le Moulin de La Gallete - 1876
Le Moulin de La Gallete – 1876

 

O Movimento Impressionista para mim, foi uma celebração da alegria de viver, da luz, da cor. Para quem não sabe, no final do século XIX, a invenção da fotografia e outras descobertas, bem como o novo estilo de vida proposto pela modernidade, influenciou um grupo de pintores, que desapegando-se do estilo acadêmico de pintar da escola de Belas Artes, decidiu mostar a realidade através de pinturas que reproduziam a incidência real da luz sobre as superfícies.

Renoir retratou Claude Monet pintando no jardim em Argenteuil - 1873

Renoir retratou Claude Monet pintando no jardim em Argenteuil - 1873

 

Já não se criava mais telas delimitadas, regidas por leis de luz e sombra, perspectiva… valorizava-se mais os pontos de luz e cor que nossos olhos interpretam como imagens, deliciava-se pintando ao ar livre, à luz natural. É claro que como tudo que é novo, as obras desses pintores geniais e vanguardistas foi rejeitada no famoso Salão de Paris – e foram expostas paralelamente no “Salão dos Rejeitados” sofrendo duras críticas. O título “impressionista” por sinal, era um nome pejorativo, referindo-se à nova técnica desse pintores.

La Grenouillere - 1869

La Grenouillere - 1869

 

Essa introdução toda foi para começar a falar de outro de meus pintores favoritos: Pierre Auguste Renoir, um desses gênios mal compreendidos que revolucionou para sempre a pintura… porque vocês devem saber, se a pintura não fosse libertada da função de apenas retratar a vida como ela é, nõs não teríamos posteriormente Picasso, Miró, Portinari e tantos outros!

Renoir foi contratado para pintar crianças de várias familias abastadas, por volta da década de 70 do Séc. XIX, devido à sua sensibilidade para criar tais obras.

Renoir foi contratado para pintar crianças de várias familias abastadas, por volta da década de 70 do Séc. XIX, devido à sua sensibilidade para criar tais obras.

 

Renoir nasceu em 1841  e morreu em 1919. Começou sua carreira como artesão, talvez tenha sido assim que se descobriu com talento para as Belas Artes. Gosto de dizer que ele era o pintor da Felicidade, porque certa vez li uma frase dele que me marcou… ela dizia que a vida já tinha muitas tristezas, tragédias e acontecimentos infelizes, pra quê então ele pintaria tais coisas, sua missão como artista era fazer telas que inspirassem as pessoas a ficarem felizes… e tenho que dizer, acho que nosso amigo conseguiu, talvez por isso seja um pintor tão conhecido e popular mesmo entre quem nem conhece tanto de arte.

Poucos retrataram a alma feminina com tamanha delicadeza! La songeuse - jeune femme assise - 1877

Poucos retrataram a alma feminina com tamanha delicadeza! La songeuse - jeune femme assise - 1877

 

As cores, as cenas ao ar livre de Renoir são incomparáveis, ele tinha uma sensibilidade impressionante em retratar crianças e animais de estimação, sua marca eram as rosinhas perfeitas com que adornava as telas aqui e alí, talvez herança dos tempos de artesão, em que ele pintava porcelana.

Roses et jasmin-dans le vase de Delft - Renoir

Roses et jasmin-dans le vase de Delft - Renoir

 

E foi assim, deixando a tristeza e melancolia para a vida cotidiana, e pintando apenas o que trouxesse paz, alegria e amor à alma, Renoir viveu seus 78 anos… dizem que ele não passou sequer um dia sem pintar. Que no final da vida teve oportunidade de visitar no Louvre, seus quadros entre os quadros dos grandes mestres da pintura, e creio que ele deixou de uma maneira linda sua marca no mundo…

1la-lecture

 

Pelo menos por mim, posso dizer que Renoir com suas obras, foi responsável por muitos sorrisos.

Rosa e Azul - 1881 "Parti imediatamente após terminar o retrato das meninas Cahen, tão cansado que nem lhe sei dizer se a pintura é boa ou ruim." - Renoir - Deixei essa tela por último, porque ela está mais perto de nós, já que faz parte do acervo do Museu de Arte de São Paulo.

Rosa e Azul - 1881 "Parti imediatamente após terminar o retrato das meninas Cahen, tão cansado que nem lhe sei dizer se a pintura é boa ou ruim." - Renoir - Deixei essa tela por último, porque ela está mais perto de nós, já que faz parte do acervo do Museu de Arte de São Paulo.

 

E vocês? Algum quadro os fez sorrir?

 

Publicado em Sem categoria. Etiquetas: , . 12 Comments »