Turismo Romântico: Outono em Ouro Preto

De todas as cidades históricas de Minas Gerais, que são muitos, a mais celebrada, visitada e comentada é Ouro Preto.

Ladeiras de Ouro Preto - Cleide Sousa

Como bacharel em Turismo, a cidade foi várias vezes objeto de meus estudos, cheguei a fazer uma visita técnica em 2002, mas confesso que não compreendia o frisson para com Ouro Preto, sendo que Tiradentes também tinha um grande patrimônio, com uma beleza mais poética, e Diamantina é sensacional misturando a história com o clima boêmio que é vocação da cidade. 

Pico do Itacolomi Cleide Sousa

Sempre acreditei, e acabei comprovando com a experiência, que para captar a essência de uma cidade é importante passar uns dias por lá, e final de semana passado, visitamos Ouro Preto, e finalmente entendi a sua importância para a história e o Turismo.

Praça Tiradentes Cleide Sousa

Para mim há dois aspectos fundamentais para tornar Ouro Preto tão interessante, o primeiro e mais patente é a Inconfidência Mineira que considero o mais genuíno movimento Republicano da história do Brasil e se tivesse dado certo, nossa história seria muito menos de subserviência muito mais  autônoma  da colônia européia. O outro aspecto é a presença de Antônio Francisco Lisboa e Mestre Ataíde na cidade no século XVIII.

Vista de Ouro Preto Cleide Sousa

Vários traços da Inconfidência Mineira ficaram na cidade, enquanto você caminha, várias placas te informam, em casarões e algumas passagens os acontecimentos e as personagens do drama, tornando a volta ao tempo tão real em Ouro Preto. É uma história com desfecho infeliz, mas as personagens fortes e idealistas dão uma aura forte à cidade.

Tiradentes Cleide Sousa

No que diz respeito à Inconfidência, a experiência de transitar pelos cômodos do Museu da Inconfidência – presídio nos tempos coloniais – é insubstituível.  Lá temos acesso aos documentos do julgamento dos inconfidentes, detalhes da história e até mesmo os túmulos dos mesmos repatriados. Além disso, no segundo andar cada sala é dedicada a um aspecto da história da cidade no período colonial.

Museu da Inconfidência Cleide Sousa

Ao visitar a Igreja de São Francisco, considerada a obra prima de Lisboa (vugo Aleijadinho), percebemos que o Brasil não produziu ainda um artista daquela envergadura. Mulato, tendo adquirido uma doença degenerativa no avançar da vida, Lisboa fez fortuna e teve sucesso como arquiteto e escultor. Artista de sensibilidade incomparável, era capaz de trazer pedras à vida, você pode ver centenas de esculturas pelas igrejas da cidade, as obras de Lisboa são perceptíveis num primeiro olhar… uma delicadeza quase divina e originalidade de mestre. 

Igreja São Francisco Cleide Sousa

Na mesma igreja, há o teto pintado por Mestre Ataíde, um capítulo à parte na obra de arte total que é o templo, posso apostar que não há nada a se comparar com aquela pintura no novo mundo, só na Europa há tetos com pinturas monumentais como aquela. Confesso que fiquei mais de uma hora na igreja, só pra ficar contemplando aquele milagre do esforço humano. Sem tecnologia, com material escasso a pintura dos anjos cantando para Nossa Senhora são de uma perfeição que de tanto olhar você realmente parece vislumbrar que o céu se abriu e se misturou com o templo, e o som dos anjos cantando embala seus ouvidos…

O frio suave de outono em Ouro Preto proporciona outras tantas possibilidades de contemplação e experiências. Recomendo também a visita ao Museu da Escola de Minas, nos sábados à noite, com bom tempo, há observação astronômica. Há a casa dos contos, e o parque anexo, muito bonitos e bem cuidados. Para quem tem interesse por ouro e pedras preciosas, existem joalherias que fazem peças exclusivas por encomenda, por um preço que você nunca imaginaria compra jóias. 

Mercado Cleide Sousa

As várias igrejas Barrocas e Rococó nos dão testemunho de um estilo artístico único (chamado Barroco pelo sincornismo com a cronologia européia) que foi gestado em Minas, isolado pelas montanhas, dotado de um simbolismo e criatividade que bebia nas fontes do Renascimento e Barroco europeu mas que criara uma linguagem  de simbolismo totalmente próprio e original. A Igreja da Nossa Senhora do Pilar é típica do barroco, bem rebuscada com muito ouro, do período ibérico é uma das marcas da devoção da santa cujo o culto remonta à Espanha. Há também, entre tantas outras, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, de uma irmandade de negros, único tipo de associação permitida aos escravos neste período. 

Igreja Nossa Senhora do Rosário Cleide

A gastronomia é um ponto forte em todas as Minas Gerais, Ouro Preto oferece inúmeras opções com preços interessantes. Experimentei massas à noite, no almoço há várias opções de comida mineira, e para o frio, há um chalé de caldos bem legal com muitas variedades, foi muito agradável. O espaço de atendimento ao Turista da FIEMG é muito bonito e tem uma livraria/Café muito aconchegante. 

Ouro Preto Cçl

Para os amantes de arte, vale a pena uma visita à casa de Gingnard, artista natural do Rio de Janeiro que adotou Ouro Preto como o lar de seu coração. Em sua casa temos contato com a delicadeza da arte do pintor e uma releitura totalmente peculiar da cidade…

Gignard Cleide Sousa

É uma cidade interessante para passeios de casal, mas há muito movimento de estudantes e baladas nas ruas principais. No frio vale a pena, pois fica tudo aconchegante e muito bonito, e é mais fácil transitar pelas ladeiras muito íngremes da cidade. 

Mais algumas imagens de Ouro Preto…

???????????????????????????????

Outro ângulo da Igreja São Francisco de Assis

Detalhe do entalhe frontal da Igreja de Francisco de Assis, reparem a delicadeza das formas

Detalhe do entalhe frontal da Igreja de Francisco de Assis, reparem a delicadeza das formas

Vista da janela da casa de Gingnard

Vista da janela da casa de Gingnard

Entrada da Igreja Nossa Senhora do Pilar

Entrada da Igreja Nossa Senhora do Pilar

Casario da Praça Tiradentes

Casario da Praça Tiradentes

Vista do Grande Hotel Ouro Preto - projeto de Niemeyer

Vista do Grande Hotel Ouro Preto – projeto de Niemeyer

???????????????????????????????

Chafariz de 1750

Chafariz de 1750

Casa em formato de barco com oratório externo - concessão da igreja à população oitocentista que vivia apavorada com "fantasmas"

Casa em formato de barco com oratório externo – concessão da igreja à população oitocentista que vivia apavorada com “fantasmas”

Agora é sua vez… já se rendeu aos encantos de Ouro Preto, quais foram suas impressões? Quais vivências são dignas de nota? 

Anúncios

2 Respostas to “Turismo Romântico: Outono em Ouro Preto”

  1. A Romântica Tiradentes | Colcha de Retalhos Says:

    […] Outono em Ouro Preto… em Diamantina – A Jóia… […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: