Razões para amar Paris…

Vista aérea de Paris

Vista aérea de Paris

Para comemorar as mais de 10.000 visitas ao meu blog, resolvi falar de um de meus assuntos preferidos: os encantos da cidade Luz!

Tarde em Paris - autor anônimo

Tarde em Paris - autor anônimo

Antes que você me questione: não, eu ainda não visitei Paris, mas acalento esse desejo o tempo todo, e sei, que cada dia que passa, estou um dia mais perto de visitar a cidade dos meus sonhos.

Rio Sena, Notre Dame ao fundo

Rio Sena, Notre Dame ao fundo

Quem me conhece há um tempo, sabe que desde criança quero conhecer a capital da França, e ao acalentar esse sonho, vou colecionando histórias e fatos que me marcam sobre a cidade. Quando visitá-la, cada lugar terá um significado especial…

Abril em Paris...

Abril em Paris...

O difícil é explicar em palavras o que faz a gente se identificar tanto com um lugar, porque sonhos são subjetivos, você vê as imagens da cidade, e algo te toca, uma sensação de dejá-vu, uma nostalgia…

Ponte Neuf - a desenhei algumas vezes, em outra ocasião colocarei aqui.

Ponte Neuf - a desenhei algumas vezes, em outra ocasião colocarei aqui.

Paris é o berço da modernidade, época da humanidade que mais me fascina, onde tudo que temos hoje no nosso cotidiano começou… toda parte da cidade conta histórias de vários movimentos artísticos, foi cenário das mais belas histórias de amor que conheço… mas esses detalhes, vou desvendar aos poucos com vocês.

paris3

Por enquanto, encerro esse breve post, deixando o clipe tão bonito de “Trully, Madly, Deeply” do Savage Garden, gravado em Paris, mostrando os encontros e desencontros, na cidade que – mais do que qualquer outra no mundo – respira romance…

Anúncios

10 Respostas to “Razões para amar Paris…”

  1. Nay Says:

    Nossa, Cleide! 10.000 acessos!!! Que sucessoooooo!!
    Sim…Paris é mesmo encantadora. Vc já assistiu o filme Anets do pôr do sol? Ele é a continuação do tb excelente Antes do amanhecer…lindos ambos, mas o segundo se passa..em Paris!!! Além do enredo ser imperdível, a cidade luz o deixa ainda melhor.

    Bj!

  2. Josi Says:

    Own… Amo Paris tb… apesar de nunca tê-la visitado tb…

    Eu acho que Paris é uma das poucas cidades em que sua visão aérea tb é uma obra de arte. É perfeita.

    Por ela e por todos os romances, filmes, livros, etc que foram ambientados por lá e que embalaram a minha imaginação, eu enfrento com prazer o mau humor dos parisienses! kkkkkkkkkkkkkkk

    Ah, amo esse clipe tb!

    Bjão!

  3. Carol Says:

    Ei Cleide!
    Tinha tempo que não passava por aqui! Posts bem legais e a discussão sobre crepúsculo a mil!!! Mas esse post é sobre Paris e o que eu posso dizer é que essa cidade é um sonho que fica ainda melhor quando se torna real! Tive o prazer de ir pra lá ano passado e a única tristeza foi voltar pra casa! Os museus, as ruas, a Torre Eiffel, a sopa de cebola, o mousse de chocolate, a língua, tudo é tão incrivelmente encantador que vc fica se perguntando porque vc não nasceu naquela cidade!
    Ah! Vc tem que ver antes do amanhecer e antes do por-do-sol! Dois dos meus filmes prediletos: falas perfeitas, personagens carismáticos e cenários perfeitos. O primeiro se passa em Viena e o outro em Paris! Maravilhoso!!!
    Beijos

  4. Angelo Says:

    Baudelaire deve estar se contorcendo no tumulo diante de tanta pieguice tupiniquim, ainda mais por quem nunca este em Paris.
    E para a douda que chega a ponto de dizer que Paris é como uma obra de arte vista do alto, deixo
    as palavras de Baudelaire:

    “Paris vista à distancia, se parece com uma grande prostituta!”

    rsrsrsr

    e dona Cleide, se um dia voce for lá, não pegue metrô, pois os vagoes fedem a murrinha: os ilustres franceses habitantes da capital, desprezam um bom banho!

    E vc precisa estudar mais sobre história, para desfazer seus deslumbramentos eurocentristas.
    Principalmente ver a realidade, deixando de ser cega; a direita fascista e preconceituosa parisiense vem controlando o país a um bom tempo, vide as ameaças de Pe Penn, o periodo de Chirac, e agora com o paspalho Sarkosy que chama de “escoria” os imigrantes…
    repetindo pensamento preconceituoso de boa parte da população. A “grande” Europa, com toda esta “bagagem” de guerras, crimes e assassinatos ao longo da história, vem seguindo as diretrizes reacionárias e conservadora.

    Te desejo melhoras.

    • cleidescully Says:

      Olá Angelo,

      Bom, como eu tenho o direito de escrever o que eu quiser, já que eu criei o blog, creio que o leitor tem o direito também de comentar o que quiser, por isso não cabe a mim censurar comentários.

      Me desculpe a possível imprecisão histórico-política dos meus comentários, não temo minha própria ignorância, uma vez que é o estado humano, sempre ignorar algo. Escrevo geralmente do que sinto, e as vezes sonhos, desejos não tem muito compromisso com todos os aspectos.

      Que bom que você pode ir até lá e ter sua própria impressão da cidade, você viveu a experiência estética de sentir seus aromas, seu clima, até mesmo sua falsidade. Eu desejo ter a mesma oportunidade, e pode ser até que eu me decepcione. Tudo depende do que se experimenta, das expectativas…

      Não acho que seja doida por dizer que Paris é uma cidade bela, é uma questão de olhar. E o olhar de Baudelaire, também era permeado por seus sentimentos pela cidade, em seu tempo ele viu a Paris medieval, ceder à racionalização da modernidade, os artistas falavam da cidade que morria, perante o plano de Haussmann. Para uns a modernidade era o sopro da novidade, para outros a morte da tradição… há sempre muitas maneiras de ver a vida. O que acredito não ser a sua opinião, pois me considera doente, ou desequilibrada, só pelo fato, de não tento vivido as mesmas coisas que você, tenha uma visão diferente de mundo…

    • Josi Says:

      Angelo…

      O “douda” foi pra mim? hauhauahuahauahuahau

      Cara… desculpa, mas eu não estou nem aí para o que o Baudelaire possa ter achado de Paris. Eu tenho opinião própria e olhos… Então, sim, eu acho que Paris é uma das mais belas cidades vistas do alto. E por baixo tb.

      E eu tb te desejo melhoras… afinal, entrar num post na blogosfera que obviamente fala do amor de uma pessoa para uma cidade apenas para detonar com o sonho alheio só pode ser consequência de uma vida com muito pouco amor.

      Aaaaaaaaaaamo a Europa e infelizmente não nasci lá apesar de tb amar minha cidade.

      Desejo a vc mais felicidade na vida….

  5. Bracho Says:

    Que importa se Baudelaire está ou não se revirando no túmulo? Ou mesmo se o pó de osso dele vibou tanto que eclodiu sua tumba?

    Quem sabe ele não está se revirando mais vendo uma pessoa voltar milênios em um post apenas pra satisfazer seu ego, visivelmente gigantesco, espalhando frases de efeito pra supostamente mostrar o quão culto é…

    Ora! Se fosse realmente um amante do conhecimento, viria aqui trazer informações sobre Paris, ou seja, informações relevantes e enriquecedoras para quem lê o blog.

    Ao invés disso, o que se pode ver: narcisismo….apenas….vazio….limitado e inócuo.

    E assim como a interpretação varia de acordo com o leitor, quanto à citada frase de Boudaleire: “Paris vista à distancia, se parece com uma grande prostituta!” …posso muito bem interpretar como uma visão de Paris bela, voluptuosa e por isso mesmo perigosa…corre-se o risco de se apaixonar por uma cidade e jamais esquecer-se dela…de modo que todas as outras virem apenas sombras de um sonho que não foi.

    Deslumbrar-se com o que quer que seja é algo estritamente pessoal…ou será apenas válido se deslumbrar com seu quintal? O que deslumbra vc?

    Este comentário parece de alguém que acabou de ler Ensaio sobre a cegueira e acha que passou a ver a realidade.

    Uma triste notícia: a realidade não existe, mas sim realidades, múltiplas, fragmentadas e mutantes…

    Lamentável.

  6. Carol Says:

    Cleide, parabéns pela elegância ao responder o comentário! Quando crescer quero ser assim! rsrsrs!!!

    Concordo plenamente que há múltiplas maneiras de ver a realidade. O Angelo que comentou aí em cima deve ter razão no que diz, pelo menos do ponto de vista dele!

    Agora, quando estiver lá ande muuuuito de metrô porque posso garantir (com a experiência de quem já esteve lá) que o metrô não fede!

    Beijão

  7. Especial Dia dos Namorados – Os Destinos mais Românticos – Parte IV « Colcha de Retalhos Says:

    […] pelo meu país favorito: A França! Paris é minha cidade dos sonhos… e eu acho tudo por lá romântico. Os clipes gravados lá são […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: